TOP NEWS

"There is nothing more Badass than being who you are" - Darren Criss

quarta-feira, junho 6

Real Fake



Neste verão se for a algum aeroporto francês deparar-se-á com uma nova campanha contra a contrafação. Apoiada por 75 grandes marcas de luxo como a Louis Vuitton, a Chanel ou Christian Dior tem o objetivo de alertar os turistas para o que é um crime em França. Na capital do luxo a compra de artigos contrafeitos tem penalizações que vão dos 300 mil euros a penas de prisão de 3 anos.

«Buy a fake Cartier, get a genuine criminal record» e «Real ladies don’t like fake!» são dois dos slogans que estarão nos posters espalhados ao lado de fotos de falsos telemóveis, óculos, relógios e, claro, carteiras.

"Every time you buy a fake Lacoste, a fake Longchamp, a fake Chanel, you are shooting yourself in the foot on the values you hold dear", declara Sidney Toledano, Dior CEO.

Apesar dos constantes avisos públicos a contrafação prejudica as maisons de luxe todos os anos em cerca de 7,5 biliões de dólares. 

(artigo de minha autoria publicado em nstylemag.com)
Vê mais no FB da revista: facebook.com/nstylemagazine

3 comentários:

Marina Reis disse...

Por um lado concordo, por outro acho uma ofensa a quem use esse tipo de réplicas. Acho que não há necessidade de pagar penalizações, apesar de ser péssimo para as marcas..

xx
www.lesfashionablesjours.blogspot.pt

Moi-Même disse...

Gosto e apoio essa decisão! Ou se tem dinheiro para comprar the real thing ou não se compra e pronto! Se é por causa do design então vá à Zara e afins que têm muita coisa parecida e não usam o nome de outras marcas para vender.

Rita Soares disse...

"Buy a fake Cartier, get a genuine criminal record" ha ha! nada mais que uma pura verdade! concordo plenamente apesar de nos cortar as pernas, para a possibilidade de possuirmos alguma replica... oh well ;p